sábado, 13 de julho de 2013

Até hoje foi sempre futuro #8


«Nem todos os livros são tão insípidos como os seus leitores. É provável que haja palavras endereçadas exactamente à nossa condição, as quais, se de facto pudéssemos ouvi-las e entendê-las, seriam mais salutares às nossas vidas que a própria manhã ou a Primavera, revelando-nos talvez uma face inédita das coisas.
Quantos homens não inauguraram uma nova etapa na vida a partir da leitura de um livro! Deve existir para nós o livro capaz de explicar os nossos mistérios e de revelar outros insuspeitados. As coisas que ora nos parecem inexprimíveis, podemos encontrá-las expressas algures.
As mesmas questões que nos inquietam, intrigam e confundem, foram postas por sua vez a todos os homens sábios; nenhuma foi omitida, e cada um deles respondeu de acordo com a sua capacidade, por meio de palavras ou da própria vida. De mais a mais, juntamente com a sabedoria aprendemos a liberalidade.»

Henry David Thoreau, "Walden ou a Vida Nos Bosques", Antígona, 1999

4 comentários:

Thiago M. disse...


Citação: «Quantos homens não inauguraram uma nova etapa na vida a partir da leitura de um livro!»

Imaginando que tenhas já inaugurado alguma nova etapa na tua vida, qual o livro cuja leitura te motivou a essa inauguração?

Talvez esse livro me seja útil.

Thiago M. disse...

Citação: «De mais a mais, juntamente com a sabedoria aprendemos a liberalidade.»

Sempre fui de opinião que a liberalidade só é verdadeira quando é sábia.

Irmão Karamazov disse...

A Antígona é uma escola de inaugurações.

Thiago M. disse...


Frequentador dessa escola,
imagino-te um inaugurador "compulsivo".
:)