domingo, 16 de junho de 2013

espécie de oração particular #30


«A busca activa é nociva, não apenas ao amor, mas também à inteligência, cujas leis imitam as do amor. É necessário esperar simplesmente que a solução de um problema de geometria, que o sentido de uma frase latina ou grega surjam no espírito. Por maioria de razão, também assim com uma nova verdade científica, com um verso belo. A busca conduz ao erro. É assim com toda a espécie de bem verdadeiro. O homem não deve fazer outra coisa senão esperar o bem e afastar o mal. No tumulto que constitui a condição humana, a virtude autêntica em todos os domínios é coisa negativa, pelo menos na aparência. Mas esta espera do bem e da verdade é algo mais intenso do que toda a busca.»

Simone Weil, "Espera de Deus", Assírio & Alvim, 2005

3 comentários:

nAnonima disse...

será?

Thiago M. disse...

«Mas esta espera do bem e da verdade é algo mais intenso do que toda a busca.»

Haja paciência... para esperar!
Paciência, no sentido de pacíficado,
e não de resignado.

Irmão Karamazov disse...

Somos feitos de tempo, esperar é o nada vivo em que ardemos.